10/6/2021

Campanha Outubro Rosa

Conheça a história de superação e luta da Leidy Silvia.

O outubro Rosa é uma mobilização internacional de conscientização, prevenção e controle principalmente do câncer de mama. Mas o movimento chama a atenção também para as grandes possibilidades de cura, se diagnosticado precocemente.


Vamos conhecer a história de superação da Silvia, uma das nossas colaboradoras que passou por essa situação e nos contou um pouco de sua experiência na luta contra o câncer. Silvia venceu no ano de 2018 a luta contra o câncer de mama e hoje leva uma vida normal.


“Foi fazendo o autoexame que descobri um nódulo, procurei o médico, e fui encaminhada para fazer os exames, que confirmou o diagnóstico: era Câncer”. O apoio da família, foi fundamental para o tratamento. “Perdi o cabelo, no começo fiquei reclusa, mas depois nem liguei muito pra isso, estava focada em melhorar, queria tanto melhorar, pedia tanto pra Deus.” E ela conseguiu, “O dia que terminei as sessões de quimioterapia e o médico me deu alta, não acreditei. Saber que havia vencido o câncer, não tenho palavras pra descrever, hoje tento levar a vida de forma mais leve”.


Ela segue em constante monitoramento e acompanhamento com mamografias e ecografias mamárias regulamente. “Hoje não sinto nada, levo uma vida normal e sou muito grata a Deus”.


Silvia orienta as mulheres a cuidarem da saúde e procurarem ajuda. “Não vou dizer que é fácil, não é. Deixa a gente triste, sem autoestima, mas o cabelo cresce, o seio refaz, o que importa é a vida. Façam o autoexame e procurem recurso”.


O câncer de mama é relativamente raro antes dos 35 anos, mas acima dessa idade sua incidência cresce rápida e progressivamente. É importante lembrar que nem todo tumor na mama é maligno. A maioria dos nódulos (ou caroços) detectados na mama é benigna, mas isso só pode ser confirmado por meio de exames médicos.


Quando diagnosticado e tratado ainda em fase inicial, as chances de cura do câncer de mama chegam a até 95%. Por isso, é fundamental que toda mulher faça uma mamografia por ano a partir dos 40 anos. Previna-se!